sábado, 31 de dezembro de 2011

MÚSICA DE/PARA DEUS | TOMO POSSE

A BOA NOVA

 João 1, 1-18
 
1No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus; e a Palavra era Deus. 2No princípio, estava ela com Deus. 3Tudo foi feito por ela e sem ela nada se fez de tudo que foi feito. 4Nela estava a vida, e a vida era a luz dos homens. 5E a luz brilha nas trevas, e as trevas não conseguiram dominá-la.
6Surgiu um homem enviado por Deus; seu nome era João. 7Ele veio como testemunha, para dar testemunho da luz, para que todos chegassem à fé por meio dele. 8Ele não era a luz, mas veio para dar testemunho da luz: 9daquele que era a luz de verdade, que, vindo ao mundo, ilumina todo ser humano.
10A Palavra estava no mundo — e o mundo foi feito por meio dela — mas o mundo não quis conhecê-la. 11Veio para o que era seu, e os seus não a acolheram. 12Mas, a todos os que a receberam, deu-lhes capacidade de se tornar filhos de Deus, isto é, aos que acreditam em seu nome, 13pois estes não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus mesmo.
14E a Palavra se fez carne e habitou entre nós. E nós contemplamos a sua glória, glória que recebe do Pai como Filho unigênito, cheio de graça e de verdade. 15Dele, João dá testemunho, clamando: “Este é aquele de quem eu disse: O que vem depois de mim passou à minha frente, porque ele existia antes de mim”. 16De sua plenitude todos nós recebemos graça por graça. 17Pois por meio de Moisés foi dada a Lei, mas a graça e a verdade nos chegaram através de Jesus Cristo.
18A Deus, ninguém jamais viu. Mas o Unigênito de Deus, que está na intimidade do Pai, ele no-lo deu a conhecer.

Palavra da Salvação.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

MÚSICA DE/PARA DEUS | EU TE ADORO

A BOA NOVA

Lucas 2, 22-40

22Quando se completaram os dias para a purificação da mãe e do filho, conforme a Lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, a fim de apresentá-lo ao Senhor. 23Conforme está escrito na Lei do Senhor: “Todo primogênito do sexo masculino deve ser consagrado ao Senhor”. 24Foram também oferecer o sacrifício — um par de rolas ou dois pombinhos — como está ordenado na Lei do Senhor.
25Em Jerusalém, havia um homem chamado Simeão, o qual era justo e piedoso, e esperava a consolação do povo de Israel. O Espírito Santo estava com ele 26e lhe havia anunciado que não morreria antes de ver o Messias que vem do Senhor.
27Movido pelo Espírito, Simeão foi ao Templo. Quando os pais trouxeram o menino Jesus para cumprir o que a Lei ordenava, 28Simeão tomou o menino nos braços e bendisse a Deus: 29“Agora, Senhor, conforme a tua promessa, podes deixar teu servo partir em paz; 30porque meu olhos viram a tua salvação, 31que preparaste diante de todos os povos: 32luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel”.
33O pai e a mãe de Jesus estavam admirados com o que diziam a respeito dele. 34Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe de Jesus: “Este menino vai ser causa tanto de queda como de reerguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição. 35Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações. Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma”.
36Havia também uma profetisa, chamada Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era de idade muito avançada; quando jovem, tinha sido casada e vivera sete anos com o marido. 37Depois ficara viúva, e agora já estava com oitenta e quatro anos. Não saía do Templo, dia e noite servindo a Deus com jejuns e orações. 38Ana chegou nesse momento e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém. 39Depois de cumprirem tudo, conforme a Lei do Senhor, voltaram à Galileia, para Nazaré, sua cidade. 40O menino crescia e tornava-se forte, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava com ele.

Palavra da Salvação.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

CONFERÊNCIA SOBRE A MISERICÓRDIA

CONFERÊNCIA SOBRE A MISERICÓRDIA: – Fica sabendo, Minha filha, que o Meu coração é a própria Misericórdia. Desse mar de misericórdia, derramam-se graças pelo mundo todo. Nenhuma alma que de Mim se tenha aproximado saiu sem consolo. Toda a miséria submerge na Minha misericórdia, e toda graça brota dessa fonte salvadora e santificante. Minha filha, desejo que o teu coração seja a morada da Minha misericórdia. Desejo que essa misericórdia se derrame sobre o mundo todo pelo teu coração. Quem quer que se aproxime de ti, que não se afaste sem essa confiança na Minha misericórdia, que desejo tanto para as almas. Reza quanto puderes pelos agonizantes; pede para eles a confiança na Minha misericórdia, porque eles são os que mais necessitam de confiança e os que menos a têm. Fica sabendo que a graça da salvação eterna de algumas almas no seu derradeiro momento depende da tua oração. Tu conheces todo o abismo da Minha misericórdia, portanto, tira dela para ti, e especialmente para os pobres pecadores. É mais fácil que o Céu e a Terra se transformem em nada do que a Minha misericórdia deixar de envolver uma alma confiante.” (D.1777)

MÚSICA DE/PARA DEUS | SEI QUE TUDO PODES

A BOA NOVA

 Lucas 2, 22-35
 
22Quando se completaram os dias para a purificação da mãe e do filho, conforme a Lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, a fim de apresentá-lo ao Senhor. 23Conforme está escrito na Lei do Senhor: “Todo primogênito do sexo masculino deve ser consagrado ao Senhor”. 24Foram também oferecer o sacrifício – um par de rolas ou dois pombinhos – como está ordenado na Lei do Senhor. 25Em Jerusalém, havia um homem chamado Simeão, o qual era justo e piedoso, 26e esperava a consolação do povo de Israel. O Espírito Santo estava com ele e lhe havia anunciado que não morreria antes de ver o Messias que vem do Senhor.
27Movido pelo Espírito, Simeão veio ao Templo. Quando os pais trouxeram o menino Jesus para cumprir o que a Lei ordenava, 28Simeão tomou o menino nos braços e bendisse a Deus: 29 “Agora, Senhor, conforme a tua promessa, podes deixar teu servo partir em paz; 30porque meus olhos viram a tua salvação, 31que preparaste diante de todos os povos: 32luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel”.
33O pai e a mãe de Jesus estavam admirados com o que diziam a respeito dele. 34Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe de Jesus: “Este menino vai ser causa tanto de queda como de reerguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição. 35Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações. Quanto a ti uma espada te traspassará a alma”.

Palavra da Salvação.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

ORAÇÃO DE SÃO JOÃO EVANGELISTA

Ó São João Apóstolo e Evangelista, fostes o mais íntimo confidente das palavras de vida que brotavam dos lábios de Jesus; o mais próximo de sua glória, no Tabor; de seu coração, na Ceia; de sua Cruz, no Calvário. Ó Apóstolo do Amor, sois por excelência a testemunha da fé, da verdade e da caridade. Pelo amor e fidelidade ao Mestre, sois o protetor de todos os cristãos; dos sacerdotes: vivestes o sacerdócio em toda a sua plenitude; da virgindade: sois o apóstolo virgem; das mães, merecestes ser dado por filho a Mãe de Deus; das crianças e dos jovens: fostes o mais moço dos apóstolos; dos velhos: é como ancião que vos apresentais na Epístolas; dos que sofrem: padecestes ao pé da Cruz; das almas contemplativas: estivestes no Tabor; dos pobres: por eles trabalhastes nas minas de Patmos; dos doentes: curastes os enfermos; dos males do corpo e do espírito: após traçar o sinal da cruz bebestes do cálice com veneno e ressuscitastes os mortos: de todas as pessoas que querem dedicar-se aos seus irmãos e amá-los em Deus: a caridade não pode ter ideal mais puro que o do amigo de Jesus. Ó Apóstolo, orador da divindade, pela grandeza de vossa vida e pelos dons que recebestes, sem cessar, intercedei por nós ao Pai, Filho e Espírito Santo, agora e sempre e por todos os séculos dos séculos. Amém. 
 
Fonte: Comunidade Obra de Maria

MÚSICA DE/PARA DEUS | CONFIA EM MIM

A BOA NOVA

Mateus 2, 13-18

13Depois que os magos partiram, o Anjo do Senhor apareceu em sonho a José e lhe disse: “Levanta-te, pega o menino e sua mãe e foge para o Egito! Fica lá até que eu te avise! Porque Herodes vai procurar o menino para matá-lo”. 14José levantou-se de noite, pegou o menino e sua mãe, e partiu para o Egito. 15Ali ficou até a morte de Herodes, para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: “Do Egito chamei o meu Filho”. 16Quando Herodes percebeu que os magos o haviam enganado, ficou muito furioso. Mandou matar todos os meninos de Belém e de todo o território vizinho, de dois anos para baixo, exatamente conforme o tempo indicado pelos magos. 17Então se cumpriu o que foi dito pelo profeta Jeremias: 18“Ouviu-se um grito em Ramá, choro e grande lamento: é Raquel que chora seus filhos, e não quer ser consolada, porque eles não existem mais”.

Palavra da Salvação.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

ORAÇÃO PARA PEDIR SALVAÇÃO

Socorrei-me, Senhor e vida minha, a fim de que não venha a morrer na minha maldade. Se não me criasseis, não existiria; criastes-me, passei a existir; se não me dirigirdes, cessarei de existir.
Não foram encantos ou méritos meus que vos compeliram a dar-me o ser, senão a vossa infinita munificência.
Suplico-Vos, pois, que aquele mesmo amor que Vos compeliu à minha criação, possa igualmente compelir-Vos a reger-me; porquanto, que aproveita haver-Vos o vosso amor compelido a criar-me, se eu morrer na minha miséria, privado da direção de vossa destra?
Obrigue-Vos, Senhor, a salvar-me essa mesma clemência que Vos levou a tirar do nada o que jazia no nada; vença-Vos em libertar-me a caridade que Vos venceu em criar-me, pois não é hoje menor este vosso atributo do que era então.
A caridade sois Vós mesmos, que sempre sois e não mudais. Não se Vos encurtou a mão, que não possais salvar-me; nem se Vos endureceu o ouvido, que não mais Vos seja dado ouvir-me.

Santo Agostinho

MÚSICA DE/PARA DEUS | PEQUENINO

A BOA NOVA

João 20, 2-8

No primeiro dia da semana, 2Maria Madalena saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmulo, e não sabemos onde o colocaram”. 3Saíram, então, Pedro e o outro discípulo e foram ao túmulo. 4Os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa que Pedro e chegou primeiro ao túmulo. 5Olhando para dentro, viu as faixas de linho no chão, mas não entrou. 6Chegou também Simão Pedro, que vinha correndo atrás, e entrou no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão 7e o pano que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte. 8Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu e acreditou.

Palavra da Salvação.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

ORAÇÃO DA FAMÍLIA DIANTE DO PRESÉPIO

Menino Jesus, Deus que se fez pequeno por nós,
diante da cena do teu nascimento, do presépio,
estamos reunidos em família para rezar.
Mesmo que fisicamente falte alguém, 
em espírito somos uma só alma.
Olhando Maria, tua mãe santíssima,
rezamos pelas mulheres da família,
que cada uma delas acolha com amor
a palavra de Deus, sem medo e sem reservas,
que elas lutem pela harmonia e paz em nossa casa.
Vendo teu pai adotivo, são José, pedimos,
ó Menino Deus, pelos homens desta família,
que eles transmitam segurança e proteção,
estejam sempre atentos às necessidades mais urgentes,
que saibam proteger nossos lares de tudo que não provém de ti.
Diante dos pastores e reis magos,
pedimos por todos nós,
para que saibamos render-te graças,
louvar-te sempre em todas as circunstâncias,
e que não nos cansemos de procurar-te,
mesmo por caminhos difíceis.
Menino Jesus, contemplando tua face serena,
teu sorriso de criança, bendizemos tua ação em nossas vidas.
Que nesta noite santa, possamos esquecer as discórdias,
os rancores, possamos nos perdoar.
Jesus querido, abençoa nossa família, 
cura os enfermos que houver,
cura as feridas de relacionamentos.
Fazemos hoje o propósito de nos amar mais.
Que neste natal a bênção divina recaia sobre nós.
Amém.

Luís Erlin é sacerdote, missionário claretiano

FELIZ NATAL!

A BOA NOVA

Mateus 10, 17-22
 
Naquele tempo, disse Jesus aos seus apóstolos: 17“Cuidado com os homens, porque eles vos entregarão aos tribunais e vos açoitarão nas suas sinagogas. 18Vós sereis levados diante de governadores e reis, por minha causa, para dar testemunho diante deles e das nações. 19Quando vos entregarem, não fiqueis preocupados como falar ou o que dizer. Então naquele momento vos será indicado o que deveis dizer. 20Com efeito, não sereis vós que havereis de falar, mas sim o Espírito do vosso Pai é que falará através de vós. 21O irmão entregará à morte o próprio irmão; o pai entregará o filho; os filhos se levantarão contra seus pais, e os matarão. 22Vós sereis odiados por todos, por causa do meu nome. Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo.

Palavra da Salvação.

domingo, 25 de dezembro de 2011

NATAL, PRIMEIRAS LUZES DA MISERICÓRDIA

A Misericórdia de Deus é tão sublime que Seu Filho Unigênito se fez Homem para salvar o mundo, através da intercessão maternal de Nossa Senhora, Mãe de Misericórdia. As primeiras lágrimas do choro do Menino Deus em Belém e o Sagrado Sangue do parto são os primeiros raios das Luzes da Misericórdia de Jesus sobre nós. Natal, tempo de Misericordia!

É TEMPO DO IMPOSSÍVEL  ACONTECER
DE FAZER DO IMPOSSÍVEL O NOSSO MELHOR POSSÍVEL
SEGUIR O CHORO DO REI-MENINO ATÉ ENCONTRÁ-LO
JESUS HABITA EM VOCÊ, QUEM NÃO SENTIU VAI SE PERDER
JÁ É HORA DE CUIDAR DO DEUS QUE VIVE EM CADA UM DE NÓS
PARA RECONHECER NO OUTRO O DEUS QUE EXISTE TAMBÉM
VOU MONTAR O PRESÉPIO NO CORAÇÃO DA HUMANIDADE
PARA RENASCER O DEUS MENINO QUE VEIO FAZER O NOSSO BEM
O MENINO QUE PRECISA COMER, CHORA PORQUE TEM FOME
O MENINO QUE PRECISA BEBER, SEDE DE VIVER
O MENINO QUE NÃO VAI FICAR RUA , LEVA PARA CASA
O MENINO VAI FICAR COM FRIO,  NÃO VAI VESTIR?
SE O MENINO FICA DOENTE, TEM QUE CUIDAR
NÃO DEIXA O MENINO DE CASTIGO, VAI LIBERTAR
TEM MENINO NOVO NO MUNDO, SEMPRE ACOLHER
NÃO SABE ONDE OUVIR DIZER? É DEUS QUE FALA COM A GENTE
NA PALAVRA, NO ABRAÇO DE UM AMIGO E NA BOA AÇÃO
JÁ POSSO OUVIR OS SINOS ANUNCIANDO A CHEGADA DA SALVAÇÃO
ESCUTE BEM, SÃO AS BATIDAS DO NOSSO CORAÇÃO

A BOA NOVA

João 1, 1-18

1No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus; e a Palavra era Deus.
2No princípio estava ela com Deus. 3Tudo foi feito por ela, e sem ela nada se fez de tudo que foi feito.
4Nela estava a vida, e a vida era a luz dos homens. 5E a luz brilha nas trevas, e as trevas não conseguiram dominá-la.
6Surgiu um homem enviado por Deus; seu nome era João. 7Ele veio como testemunha, para dar testemunho da luz, para que todos chegassem à fé por meio dele. 8Ele não era a luz, mais veio para dar testemunho da luz: 9daquele que era a luz de verdade, que, vindo ao mundo, ilumina todo ser humano.
10A Palavra estava no mundo — e o mundo foi feito por meio dela — mas o mundo não quis conhecê-la. 11Veio para o que era seu, e os seus não a acolheram.
12Mas, a todos que a receberam, deu-lhes capacidade de se tornarem filhos de Deus, isto é, aos que acreditam em seu nome, 13pois estes não nasceram do sangue nem da vontade da carne nem da vontade do varão, mas de Deus mesmo.
14E a Palavra se fez carne e habitou entre nós. E nós contemplamos a sua glória, glória que recebe do Pai como Filho unigênito, cheio de graça e de verdade.
15Dele, João dá testemunho, clamando: “Este é aquele de quem eu disse: O que vem depois de mim passou à minha frente, porque ele existia antes de mim”.
16De sua plenitude todos nós recebemos graça por graça. 17Pois por meio de Moisés foi dada a Lei, mas a graça e a verdade nos chegaram através de Jesus Cristo.
18A Deus ninguém jamais viu. Mas o Unigênito de Deus, que está na intimidade do Pai, ele no-lo deu a conhecer. 

Palavra da Salvação.

sábado, 24 de dezembro de 2011

NASCEU O NOSSO SALVADOR!

Acolhei o convite materno que vos faço. Rezai, meditai a minha palavra, guardai-a no coração, ficai despertos, vigiando e esperando. É a noite santa.
Passai-a comigo, filhos predilectos; vivei-a no profundo do meu Coração Imaculado.
Assim podeis penetrar o mistério da vossa salvação, que se revela aos pobres, aos pequenos, aos simples e aos puros de coração.
A minha alma é submersa numa Luz divina e a minha pessoa envolvida por profunda sensação de paz e de bem-aventurança enquanto o meu seio virginal se abre ao dom divino do Filho.
Ao nosso redor paira a noite profunda: as portas fechadas ao nosso pedido de hospedagem; os corações dos homens endurecidos pelo egoísmo e pelo ódio; as mentes, obcecadas pelo erro e pelo espesso gelo que cobre o mundo, são incapazes de amar!
Porém, na pobre Gruta, acende-se uma pequena luz num sinal de expectativa e de esperança; dois corações humanos pulsam de amor para preparar o berço que receberia o Menino, apenas nascido.
O meu castíssimo Esposo José procura tornar mais acolhedor aquele ambiente tão pobre, enquanto a Mãe do Céu está absorta em profunda e intensa oração com o Pai.
É neste momento que o Céu desposa a Terra, floresce o Rebento há séculos esperado, nasce o Deus-conosco, o Salvador toma posse da sua propriedade real, o Redentor começa a pagar o preço do nosso resgate.
Com o cântico dos Anjos desce a Paz do céu. A terra se abre para receber o orvalho da misericórdia divina, enquanto os corações simples dos Pastores se abrem às vozes que anunciam tão maravilhoso acontecimento:
"Hoje nasceu para vós um Salvador que é Cristo Senhor".

Aos sacerdotes, filhos predilectos de Nossa Senhora

AUTO DE NATAL, GRUPO OPA

A BOA NOVA

 Lucas 2, 1-14

1Aconteceu que, naqueles dias, César Augusto publicou um decreto, ordenando o recenseamento de toda a terra.
2Esse primeiro recenseamento foi feito quando Quirino era governador da Síria.
3Todos iam registrar-se cada um na sua cidade natal.
4Por ser da família e descendência de Davi, José subiu da cidade de Nazaré, na Galileia, até a cidade de Davi, chamada Belém, na Judeia, 5para registrar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida.
6Enquanto estavam em Belém, completaram-se os dias para o parto, 7e Maria deu à luz o seu filho primogênito. Ela o enfaixou e o colocou na manjedoura, pois não havia lugar para eles na hospedaria.
8Naquela região havia pastores que passavam a noite nos campos, tomando conta do seu rebanho.
9Um anjo do Senhor apareceu aos pastores, a glória do Senhor os envolveu em luz, e eles ficaram com muito medo. 10O anjo, porém, disse aos pastores: “Não tenhais medo! Eu vos anuncio uma grande alegria, que o será para todo o povo: 11Hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós um Salvador, que é o Cristo Senhor. 12Isto vos servirá de sinal: Encontrareis um recém-nascido envolvido em faixas e deitado numa manjedoura”.
13E, de repente, juntou-se ao anjo uma multidão da coorte celeste. Cantavam louvores a Deus, dizendo: 14“Glória a Deus no mais alto dos céus, e paz na terra aos homens por ele amados”. 

Palavra da Salvação.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

ANUNCIAÇÃO DO DEUS QUE SE FEZ HOMEM

E Maria disse: A minh`alma engrandece o Senhor e exulta meu espírito em Deus, meu Salvador (Lc 1, 46-47).
O Senhor, diz ela, elevou-me por um dom tão grande e inaudito, que nenhuma palavra o pode descrever e mesmo no íntimo do coração é difícil compreendê-lo. Por isso dedico todas as forças de meu ser ao louvor e à ação de graças, contemplando a grandeza daquele que é eterno, e ofereço com alegria minha vida, tudo que sinto e penso, porque meu espírito rejubila pela dinvidade eterna de Jesus, o Salvador, que concebi e é gerado em meu seio.

São Beda Venerável

MÚSICA DE/PARA DEUS | RECONSTRÓI

A BOA NOVA

 Lucas 1, 57-66
 
57Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho. 58Os vizinhos e parentes ouviram dizer como o Senhor tinha sido misericordioso para com Isabel, e alegraram-se com ela. 59No oitavo dia foram circuncidar o menino, e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias. 60A mãe porém disse: “Não! Ele vai chamar-se João”.
61Os outros disseram: “Não existe nenhum parente teu com esse nome!” 62Então fizeram sinais ao pai, perguntando como ele queria que o menino se chamasse.
63Zacarias pediu uma tabuinha, e escreveu: “João é o seu nome”. 64No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus. 65Todos os vizinhos ficaram com medo, e a notícia espalhou-se por toda a região montanhosa da Judeia. 66E todos os que ouviam a notícia, ficavam pensando: “O que virá a ser este menino?” De fato, a mão do Senhor estava com ele.

Palavra da Salvação.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

À ESPERA DA RESPOSTA DE MARIA

"Ouviste, ó Virgem, que vais conceber e dar à Luz um filho, não por obra de homem - tu ouviste - mas do Espírito Santo. O Anjo espera tua resposta: já é tempo de voltar para Deus que o enviou. Também nós, Senhora, miseravelmente esmagados por uma sentença de condenação, esperamos tua palavra de misericórdia."
São Bernardo Claraval

MÚSICA DE/PARA DEUS | FELIZ NATAL

A BOA NOVA

Lucas 1, 46-56

Naquele tempo, 46Maria disse: “A minha alma engrandece o Senhor, 47e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, 48porque olhou para a humildade de sua serva. Doravante todas as gerações me chamarão bem-aventurada, 49porque o Todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor. O seu nome é santo, 50e sua misericórdia se estende, de geração em geração, a todos os que o temem.
51Ele mostrou a força de seu braço: dispersou os soberbos de coração. 52Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes. 53Encheu de bens os famintos, e despediu os ricos de mãos vazias. 54Socorreu Israel, seu servo, lembrando-se de sua misericórdia, 55conforme prometera aos nossos pais, em favor de Abraão e de sua descendência, para sempre”. 56Maria ficou três meses com Isabel; depois voltou para casa.

Palavra da Salvação.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

OBRAS DE MISERICÓRDIA

Obras de Misericórdia

 Corporais                          
1- Dar de comer a quem tem fome.    
2- Dar de beber a quem tem sede.   
3- Vestir os nus.                                      
4- Dar pousadas aos peregrinos.            
5- Assistir os enfermos.
6- Visitar os presos.
7- Enterrar os mortos.

Espirituais  

1- Dar bom conselho.
2- Ensinar os ignorantes.
3- Corrigir os que erram.
4- Consolar os tristes.
5- Perdoar as injúrias.
6- Sofrer com paciência as fraquezas do próximo.
7- Rogar a Deus por vivos e defuntos.   

MÚSICA DE/PARA DEUS | FIEL PELICANO

A BOA NOVA

Lucas 1, 39-45

39Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia. 40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42Com um grande grito, exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!” 43Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45“Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”. 

Palavra da Salvação. 

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

O SIM DE MARIA

Graças ao sim de Maria, Deus veio habitar entre nós na pessoa de Jesus. Todos devemos estar disponíveis para a ação do Espírito de Deus, acolhendo no coração o mistério da encarnação. A páscoa de Jesus se manifestará nas pessoas e grupos que dispõem a receber a boa nova trazida pelo anjo Gabriel. 

Fonte: O Domingo (18/12/2011)

MÚSICA DE/PARA DEUS | ESTÁS ENTRE NÓS

A BOA NOVA

Lucas 1, 26-38

26No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, 27a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da Virgem era Maria. 28O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!” 
29Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação. 30O anjo, então, disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. 31Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. 32Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. 33Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim”. 
34Maria perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?”35O anjo respondeu: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus.36Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril, 37porque para Deus nada é impossível”. 38Maria, então, disse: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra!” E o anjo retirou-se. 

Palavra da Salvação. 

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

A HORA DA DIVINA MISERICÓRDIA

Em 1933, Deus ofereceu a Irmã Faustina uma impressionante visão de Sua Misericórdia. A Irmã nos conta:

"Vi uma grande luz, e nela Deus Pai. Entre esta luz e a Terra vi Jesus pregado na Cruz de tal maneira que Deus, querendo olhar para a Terra, tinha que olhar através das chagas de Jesus. E compreendi que somente por causa de Jesus Deus está abençoando a Terra ."

Jesus disse à Santa Irmã Faustina:

"Às três horas da tarde implora à Minha Misericórdia, especialmente pelos pecadores, e, ao menos por um breve tempo, reflete sobre a Minha Paixão, especialmente sobre o abandono em que Me encontrei no momento da agonia. Esta é a hora de grande Misericórdia para o mundo inteiro. Permitirei que penetres na Minha tristeza mortal. Nessa hora nada negarei à alma que Me pedir em nome da Minha Paixão."

"Lembro-te, Minha filha, que todas as vezes que ouvires o bater do relógio, às três horas da tarde, deves mergulhar toda na Minha misericórdia, adorando-a e glorificando-a. Invoca a sua onipotência em favor do mundo inteiro e especialmente dos pobres pecadores, porque nesse momento ela está largamente aberta para cada alma. Nessa hora, conseguirás tudo para ti e para os outros. Naquela hora, ro mundo inteiro recebeu uma grande graça: a Misericórdia venceu a Justiça.

Procura rezar nessa hora a Via-Sacra, na medida em que te permitirem os teus deveres, e se não puderes rezar Via-Sacra, entra ao menos por um momento na capela, e adora a meu Coração, que está cheio de Misericórdia no Santíssimo Sacramento. Se não puderes ir à capela, recolhe-te em oração onde estiveres, ainda que seja por um breve momento."

São poucas as almas que contemplam a Minha Paixão com um verdadeiro afeto. Concedo as graças mais abundantes às almas que meditam piedosamente sobre a Minha Paixão."

Uma invocação que se pode dizer às três horas da tarde é:

"Ó Sangue e Água que jorrastes do Coração de Jesus como fonte de Misericórdia para nós, eu confio em Vós."

Jesus estabeleceu três condições indispensáveis para atender às orações feitas na hora da Misericórdia:

a oração deve ser dirigida a Jesus;

deve ter lugar às três horas da tarde;

deve apelar ao valor e aos méritos da Paixão do Senhor.

É preciso acrescentar a elas mais outras três condições: da natureza de toda oração decorre que o objeto da oração deve ser compatível com a vontade divina; a estrutura da Devoção exige que a oração seja confiante, e portanto perseverante, e em caso de necessidade repetida várias vezes; como todos os atos da Devoção, igualmente a Hora da Misericórdia exige da parte dos devotos a prática do amor ativo para como próximo.

Fonte: Luso

MÚSICA DE/PARA DEUS | TUDO POSSO

A BOA NOVA

Lucas 1, 5-25

5Nos dias de Herodes, rei da Judeia, vivia um sacerdote chamado Zacarias, do grupo de Abia. Sua esposa era descendente de Aarão e chamava-se Isabel. 6Ambos eram justos diante de Deus e obedeciam fielmente a todos os mandamentos e ordens do Senhor.7Não tinham filhos, porque Isabel era estéril, e os dois já eram de idade avançada. 
8Em certa ocasião, Zacarias estava exercendo as funções sacerdotais no Templo, pois era a vez do seu grupo. 9Conforme o costume dos sacerdotes, ele foi sorteado para entrar no Santuário, e fazer a oferta do incenso. 10Toda a assembleia do povo estava do lado de fora rezando, enquanto o incenso estava sendo oferecido. 
11Então apareceu-lhe o anjo do Senhor, de pé, à direita do altar do incenso. 12Ao vê-lo, Zacarias ficou perturbado e o temor apoderou-se dele. 13Mas o anjo disse: “Não tenhas medo, Zacarias, porque Deus ouviu tua súplica. Tua esposa, Isabel, vai ter um filho, e tu lhe darás o nome de João. 14Tu ficarás alegre e feliz, e muita gente se alegrará com o nascimento do menino, 15porque ele vai ser grande diante do Senhor. Não beberá vinho nem bebida fermentada e, desde o ventre materno, ficará repleto do Espírito Santo. 16Ele reconduzirá muitos do povo de Israel ao Senhor seu Deus. 17E há de caminhar à frente deles, com o espírito e o poder de Elias, a fim de converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à sabedoria dos justos, preparando para o Senhor um povo bem disposto”.
18Então Zacarias perguntou ao anjo: “Como terei certeza disto? Sou velho e minha mulher é de idade avançada”. 19O anjo respondeu-lhe: “Eu sou Gabriel. Estou sempre na presença de Deus, e fui enviado para dar-te esta boa notícia. 20Eis que ficarás mudo e não poderás falar, até o dia em que essas coisas acontecerem, porque não acreditaste nas minhas palavras, que se hão de cumprir no tempo certo”.
21O povo estava esperando Zacarias, e admirava-se com a sua demora no Santuário.22Quando saiu, não podia falar-lhes. E compreenderam que ele tinha tido uma visão no Santuário. Zacarias falava por sinais e continuava mudo. 
23Depois que terminou seus dias de serviço no Santuário, Zacarias voltou para casa.24Algum tempo depois, sua esposa Isabel ficou grávida, e escondeu-se durante cinco meses. 25Ela dizia: “Eis o que o Senhor fez por mim, nos dias em que ele se dignou tirar-me da humilhação pública!” 

Palavra da Salvação. 

sábado, 17 de dezembro de 2011

ORAÇÃO A SÃO LÁZARO


Ó São Lázaro, vós suportastes os sofrimentos da vida terrena com a certeza de alcançar a felicidade no céu; abri meu coração à palavra de Deus na Bíblia e aos ensinamentos da Igreja Católica; dai-me um coração sensível às doenças e a miséria dos meus irmãos; abri meus olhos para ver e compreender aquilo que se diz por aí: “O que aqui se faz, aqui se paga”, é uma sentença falsa e enganosa, porque a justiça perfeita e definitiva só acontece na outra vida. Ajudai-me a crer com firmeza na realidade do céu e do inferno, para que eu não venha a me arrepender quando já é tarde, como aconteceu com o rico da parábola.
São Lázaro rogai por mim e por meus irmãos.
Amém.

MÚSICA DE/PARA DEUS | EM TEU ALTAR

A BOA NOVA

Mateus 1, 1-17

1Livro da origem de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão. 2Abraão gerou Isaac; Isaac gerou Jacó; Jacó gerou Judá e seus irmãos. 3Judá gerou Farés e Zara, cuja mãe era Tamar. Farés gerou Esrom; Esrom gerou Aram; 4Aram gerou Aminadab; Aminadab gerou Naasson; Naasson gerou Salmon; 5Salmon gerou Booz, cuja mãe era Raab. Booz gerou Obed, cuja mãe era Rute. Obed gerou Jessé. 6Jessé gerou o rei Davi.
Davi gerou Salomão, daquela que tinha sido mulher de Urias. 7Salomão gerou Roboão; Roboão gerou Abias; Abias gerou Asa; 8Asa gerou Josafá; Josafá gerou Jorão. Jorão gerou Ozias; 9Ozias gerou Jotão; Jotão gerou Acaz; Acaz gerou Ezequias; 10Ezequias gerou Manassés; Manassés gerou Amon; Amon gerou Josias. 11Josias gerou Jeconias e seus irmãos, no tempo do exílio na Babilônia.
12Depois do exílio na Babilônia, Jeconias gerou Salatiel; Salatiel gerou Zorobabel;13Zorobabel gerou Abiud; Abiud gerou Eliaquim; Eliaquim gerou Azor; 14Azor gerou Sadoc; Sadoc gerou Aquim; Aquim gerou Eliud; 15Eliud gerou Eleazar; Eleazar gerou Matã; Matã gerou Jacó. 16Jacó gerou José, o esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado o Cristo. 17Assim, as gerações desde Abraão até Davi são catorze; de Davi até o exílio na Babilônia catorze; e do exílio na Babilônia até Cristo, catorze. 

Palavra da Salvação. 

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

EM QUE ORDEM LER A BÍBLIA?

Plano de leitura do Novo Testamento
A Bíblia não é um simples livro. Ela é uma biblioteca de 73 livros. Eles são bem diferentes uns dos outros, têm os mais diversos estilos, foram escritos em épocas muito distantes e em situações muito diferentes.
É necessário um Plano de leitura. No início, há muita coisa que não se entende, o que é muito natural. Até na leitura de um romance acontece isso. Não pare por causa disso, prossiga, à medida que se vai lendo, as coisas vão se esclarescendo umas às outras. É uma regra de ouro: a Bíblia se explica por si mesma. Por isso é tão importante um plano de leitura.

Existem vários planos de leitura. Todos eles são bons, porque se baseiam num princípio. Apresento aqui um determinado plano. Ele se destina àqueles que desejam começar a ler a Bíblia e não têm outros recursos a não ser conhecer a Bíblia através dela mesma. Siga a ordem indicada aqui, ela faz parte do método.

Plano de leitura do Novo Testamento

1. 1ª Carta de São João. (2 vezes)

2. Evangelho de São João

3. Evangelho de São Marcos

4. As pequenas cartas de São Paulo:

Gálatas

Efésios

Filipenses

Colossenses

1ª e 2ª Tessalonicences

1ª e 2ª Timóteo

Tito

Filêmom

5. Evangelho de São Lucas

6. Atos dos Apóstolos

7. Carta aos Romanos

8. Evangelho de São Mateus

9. 1ª e 2ª Carta aos Coríntios

10. Hebreus

11. Carta de São Tiago

12. 1ª e 2ª Carta de São Pedro

13. 2ª e 3ª Carta de São João

14. Carta de São Judas

15. Apocalipse

16. 1ª Carta de São João (3ª vez)

17. Evangelho de São João (2ª vez)

Padre Jonas Abib


MÚSICA DE/PARA DEUS | RECEBE ADORAÇÃO

A BOA NOVA

João 5, 33-36

Naquele tempo, Jesus disse aos judeus: 33“Vós mandastes mensageiros a João, e ele deu testemunho da verdade. 34Eu, porém, não dependo do testemunho de um ser humano. Mas falo assim para a vossa salvação. 35João era uma lâmpada que estava acesa e a brilhar, e vós com prazer vos alegrastes por um tempo com a sua luz. 36Mas eu tenho um testemunho maior que o de João; as obras que o Pai me concedeu realizar. As obras que eu faço dão testemunho de mim, mostrando que o Pai me enviou”. 

Palavra da Salvação. 

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

O VERDADEIRO AMOR VAI ALÉM DAS EXPECTATIVAS

Amar é descobrir a beleza existente na fraqueza.
O verdadeiro amor vai além das expectativas, o verdadeiro amor rompe com toda superficialidade.
"Quer me amar? Venha descobrir primeiro quem eu sou". Se quisermos viver profundamente o amor, precisamos cultivar cotidianamente essas palavras em nossa vida e em nosso coração, pois é certo que não existe amor sem decepção, sem verdade; e só pode dizer que ama, aquele que descobre o outro em sua verdade; em suas virtudes e imperfeições. Aí entra em cena a decepção e a partir dela o autêntico amor.
Quando exigimos de algum ser humano certa divindade e extrema perfeição, tiramos dele aquilo que ele tem de mais precioso: a liberdade de ser gente, de ser imperfeito, de ser humano.
Só pode fazer feliz um outro coração aquele que lhe dá a oportunidade de ser aquilo que é sem precisar fingir e representar para agradar, enfim, aquele que o deixa livre para que ele seja aquilo que é na sua essência e na sua verdade.
Creio ser de grande valia abordar este tema neste mês de junho, no qual comemoramos o dia dos namorados, pois o namoro é uma iniciação ao sacramento do matrimônio e por isso, com grande apreço e respeito, devemos olhar o sublime ato de namorar e, em atenção a isso, dirijo-me a você que vive essa belíssima experiência de amar.
Saiba que não existe amor sem decepção e saiba que toda virtude humana está adornada pela santa imperfeição, e banir a fraqueza de sua humilde condição é banir de si mesmo a graça de ser filho... Não somos perfeitos, não somos "deuses", mas sim filhos de Deus; e filho é aquele que é menor, aquele que é fraco e que depende em tudo do Pai. É isso que nos contextualiza como filhos de Deus, é a nossa humana condição de imperfeitos, que nos faz necessitados em tudo do auxílio Divino.
Por isso, continuo afirmando: "Quer me amar, venha descobrir quem eu sou", pois quando alguém descobre que não somos o que este imaginava, e que não trazemos em nós todas as virtudes e toda perfeição que este idealizava, com certeza, ele irá nos descobrir em nossa verdade, nos defeitos e virtudes, e, se mesmo assim continuar acreditando em nós, e valorizando aquilo que somos, aí sim, poderemos dizer que somos amados e acompanhados por este coração.
Apresento-lhe, hoje, o amor como um belo desafio e lhe peço: permita que seu coração se encante com as fortes fraquezas e com as fragilidades revestidas de forças existentes no coração humano; acredite, grandes são os frutos que você colherá desta maravilhosa experiência.
Ame sempre, não tenha medo de descobrir aquele que o acompanha, na verdade dele, naquilo que ele é; ele não é o que você quer, ele é o que é e nada mais. Eis aí uma grande oportunidade para você saber se o ama de verdade; descubra quem ele é, não tenha medo de mergulhar na verdade dele, pois somente a partir do que ele é, sem idealizações e expectativas, você poderá amá-lo verdadeiramente; somente quando se decepcionar com ele, descobrindo suas inúmeras fraquezas e se encantar com ele, descobrindo suas grandes belezas. Somente a partir disso você poderá dizer que o ama com profundidade e autenticidade, pois verdadeiro amor não é tão romântico e superficial como o que aparece nas telenovelas, o amor é real e concreto, pautado na verdade e não ilusão.
Deus o abençoe, e, esteja pronto para estas belas decepções que lhe farão amar com profundidade; nos encontramos no sabor de outra fala. Coragem!
Padre Adriano Zandoná

MÚSICA DE/PARA DEUS | VERBUM CARO FACTUM EST

A BOA NOVA

Lucas 7, 24-30

24Depois que os mensageiros de João partiram, Jesus começou a falar sobre João às multidões: “Que fostes ver no deserto? Um caniço agitado pelo vento? 25Que fostes ver? Um homem vestido de roupas finas? Ora, os que se vestem com roupas preciosas e vivem no luxo estão nos palácios dos reis. 26Então, que fostes ver? Um profeta? Eu vos afirmo que sim, e alguém que é mais do que um profeta. 27É de João que está escrito: ‘Eis que eu envio o meu mensageiro à tua frente; ele vai preparar o meu caminho diante de ti’.28Eu vos digo: entre os nascidos de mulher, ninguém é maior do que João. No entanto, o menor no Reino de Deus é maior do que ele. 29Todo o povo ouviu e até mesmo os cobradores de impostos reconheceram a justiça de Deus, e receberam o batismo de João. 30Mas os fariseus e os mestres da Lei, rejeitando o batismo de João, tornaram inútil para si mesmos o projeto de Deus”. 

Palavra da Salvação.